Ecofisiologia da germinação dos genótipos de Theobroma cacao L.

Daniele Freisleben Lavanhole, Sara Dousseau Arantes, Lucio de Oliveira Arantes, Carlos Alberto Spaggiari Souza, Sheila Cristina Prucoli Posse, Basílio Cerri Neto, Jeane Crasque

Resumo


Objetivou-se com esse estudo avaliar a interação dos genótipos (Comum, TSH-1188, ESFIP-02, CCN-51, Ipiranga-01, SJ-02, PH16, PS-1319, CEPEC-2002 e Catongo) com temperaturas (15 ºC, 20 ºC, 25 ºC, 30 ºC, 35 ºC, 40 ºC, 15-25 ºC e 20-30 ºC) e períodos de secagem (zero, dois e quatro dias) na germinação e no desenvolvimento pós-germinativo do cacaueiro. O estudo da interação entre genótipo/temperatura foi fatorial 10 x 8, enquanto a tolerância à dessecação foi fatorial 10 x 3. Foi realizada análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de agrupamento Scott-Knott (p < 0,05). Para o ensaio de influência de temperatura, as médias obtidas foram submetidas ao teste de regressão. A resposta à temperatura foi influenciada de maneira distinta pelo genótipo. O genótipo TSH-1188 foi o único a apresentar comportamento bastante distinto, com germinabilidade e vigor acima das temperaturas testadas. Quanto à dessecação das sementes os genótipos avaliados tiveram redução significativa de vigor.

Palavras-chave


Dessecação, porta-enxerto, sementes, temperatura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)