Sombreamento e substrato na produção de mudas de Lactuca canadensis L.

Cárita Rodrigues de Aquino Arantes, Dryelle Sifuentes Pallaoro, Amanda Ribeiro Correa, Elisangela Clarete Camili, Maria de Fátima Barbosa Coelho

Resumo


Avaliou-se a produção de mudas de L. canadensis em níveis de sombreamento e doses de esterco bovino adicionados ao substrato. O delineamento em fatorial 3 x 5 testou três níveis de sombreamento 35, 50 e 70 % e cinco doses de esterco 0, 15, 30, 45 e 60 %. Avaliou-se a porcentagem de emergência e sobrevivência, tempo médio de emergência, comprimento da parte aérea e da raiz, razão entre comprimento da parte aérea e da maior raiz, massa seca da parte aérea e das raízes, número de folhas, diâmetro do colo, teor de clorofila total e índice de qualidade de Dickson. Os sombreamentos de 50 e 70% favoreceram a germinação e emergência, entretanto para o desenvolvimento de L. canadensis os sombreamentos a 35 e 50% foram mais eficientes. O incremento de esterco ao substrato proporcionou melhor crescimento das mudas, em que, a adição de 60% foi superior as demais doses

Palavras-chave


PANC, esterco bovino, almeirão roxo, substratos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)