Plantas medicinais utilizadas no município de Jupi, Pernambuco, Brasil

Sílvia Alves Teixeira, José Iranildo Miranda de Melo

Resumo


O presente estudo consiste do levantamento etnobotânico das plantas medicinais utilizadas no município de Jupi, Pernambuco, Nordeste do Brasil. Amostraram-se as plantas utilizadas nos espaços urbano e rural. Verificaram-se 106 espécies, distribuídas em 50 famílias. 30% das espécies ocorrem espontaneamente em ambientes abertos e as 70% restantes são cultivadas em jardins, quintais e pomares ou adquiridas na feira livre do município. As famílias com maior representatividade em número de espécies foram: Lamiaceae (11), Asteraceae (08), Cucurbitaceae (07), Caesalpiniaceae e Myrtaceae (05), seguidas por Anacardiaceae e Mimosaceae, ambas representadas por quatro espécies. Os dados obtidos neste trabalho evidenciam um considerável número de espécies vegetais utilizadas na cura de afecções das mais diversas naturezas. É apresentado um check-list contendo informações relevantes, especialmente no que se refere aos modos de aplicação das espécies fornecidos pelos entrevistados.


Palavras-chave


Etnobotânica, plantas medicinais, Nordeste, Brasil.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U. P. 2000. A etnobotânica no nordeste brasileiro. In: CAVALCANTI, T. B.; WALTER, B. M. T. (Eds.). Tópicos atuais em Botânica. Brasília: EMBRAPA, São Paulo: Soc. Botânica do Brasil. p. 241-249.

ALBUQUERQUE, U. P. (Ed.). 2002. Etnobotânica para a conservação e uso sustentável da biodiversidade. In: CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 53., 2002, Recife. Anais... Recife. p. 244-246.

ALBUQUERQUE, U. P.; ANDRADE, L. H. C. 2002a. Conhecimento botânico tradicional e conservação em uma área de caatinga no estado de Pernambuco, Nordeste do Brasil. Acta Botanica Brasilica, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 273-285.

ALBUQUERQUE, U. P.; ANDRADE, L. H. C. 2002b. Uso de plantas em uma comunidade rural no semi-árido do estado de Pernambuco, município de Alagoinha (Nordeste do Brasil). Interciéncia, Caracas, v. 26, n. 7, p.336-346.

ALMEIDA, C. F. C. B.; ALBUQUERQUE, U. P. 2002. Uso e conservação de plantas e animais medicinais no estado de Pernambuco: um estudo de caso no Agreste. Interciéncia, Caracas, v. 26, n. 6, p. 276-285.

AMOROZO, M. C. M. 2001. Uso e diversidade de plantas medicinais em Santo Antonio do Levérger, MT, Brasil. Acta Botanica Brasilica, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 189-203.

GUARIM-NETO, G.; SANTANA, S. R.; SILVA, J.V.B . 2000. Notas etnobotânicas de espécies de Sapindaceae Jussieu. Acta Botanica Brasilica, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 167-170.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. 2001. Censo Demográfico 2000: Pernambuco. Recife. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2002.

MARODIN, S. M.; BAPTISTA, L. R. M. 2001. Plantas utilizadas como medicinais no município de Dom Pedro de Alcântara, Rio Grande do Sul, Brasil. 1. Origem e aspectos ecológicos. Iheringia, Série Botânica, Porto Alegre, v. 56, n. 1, p. 131-146.

MORI, S. A.; SILVA, L. A. M.; LISBOA, G.; CORADIN, L. 1989. Manual de manejo de herbário fanerogâmico. 2. ed. Ilhéus: Centro de Pesquisas do Cacau. 119p.

PARENTE, C. E. T.; ROSA, M. M. T. 2001. Plantas comercializadas como medicinais no município de Barra do Piraí, RJ. Rodriguésia, Rio de Janeiro, v. 52, n. 80, p. 47-59.

SANTANA, G.; FERREIRA, M. R. C.; MORAIS, R. G.; URQUIZA, N. G. 1999. As plantas medicinais na comunidade cabocla de pescadores de Fortalezinha, Ilha de Maiandeua, Município de Maracanã (PA). In: ENCONTRO BAIANO DE ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA, 1., 1999, Feira de Santana. Anais... Feira de Santana. p. 149-167.

SANTOS, J. S. 2002. Levantamento etnobotânico da flora medicinal do município de Tacaratu, Pernambuco. 45f. Monografia (Especialização em Programação do Ensino de Biologia) – Faculdade de Formação de Professores de Garanhuns, Universidade de Pernambuco, Garanhuns.

SANTOS, A.; MELO-JÚNIOR, A. F.; SILVA-JÚNIOR, C. D. 2000. Estudo de plantas medicinais utilizadas na comunidade de Rosa Elze. In: REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 23., 2000, Recife. Resumos... Recife. p. 197.

SHELDON, J. W.; BALICK, M. J.; LAIRD, S. A. 1997. Medicinal Plants: can utilization and conservation coexist? New York: New York Botanical Garden. 104p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)