Dinâmica do estrato arbóreo em uma floresta estacional semidecidual em Uberlândia, Minas Gerais, Brasil

Júlio Henrique R. Magalhães, Jamir A. Prado Junior, Vagner S. Vale, Ivan Schiavini

Resumo


O presente estudo objetivou avaliar a dinâmica de um fragmento de fl oresta estacional semidecidual em Uberlândia, região sudeste do Brasil. Para isso foram utilizados dados de dois levantamentos realizados num intervalo temporal de cinco anos (2006 e 2011). As espécies foram divididas em grupos quanto ao estrato vertical (dossel, intermediário e sub-bosque) e grupo sucessional (pioneiras, secundárias iniciais e secundárias tardias). Foram avaliadas as taxas de recrutamento, mortalidade, incremento e decremento para a comunidade e para cada grupo. Observou-se uma redução na densidade arbórea e um aumento de área basal na comunidade, indicando o avanço no estágio sucessional. A riqueza se manteve estável, mas as taxas variaram muito entre os grupos. As maiores taxas de mortalidade e recrutamento ocorreram, predominantemente, para as espécies de sub-bosque e secundárias iniciais. As taxas de dinâmica dos grupos também refl etiram as diferentes estratégias de vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)