Clonagem de espécime adulto de Myrcianthes pungens (Berg) Legrand através da estaquia

Luana dos Santos de Souza, Eduarda Demari Avrella, Samanta Siqueira de Campos, Claudimar Sidnei Fior, Sérgio Francisco Schwarz

Resumo


Os frutos do guabijuzeiro Myrcianthes pungens (Berg) Legrand têm alto potencial para exploração comercial. Sua propagação por sementes apresenta desvantagens como a segregação genética e prolongado período juvenil. A propagação por estaquia é uma alternativa para contornar estes problemas por ser econômica, rápida e simples. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de ácido 3 indolilbutírico (AIB) e do ácido ascórbico na propagação de guabijuzeiro por meio da estaquia em duas épocas do ano. Os tratamentos compreenderam estacas apicais com imersão em AIB nas concentrações de 2, 4 e 6 g.L-1, ácido ascórbico (3 g.L-1). O delineamento foi completamente casualizado em arranjo fatorial. O enraizamento foi independente da utilização do AIB e ácido ascórbico, apresentando diferença na porcentagem de enraizamento em função da época de coleta com melhor resultado para estacas coletadas em fevereiro. É possível propagar Myrcianthes pungens a partir de estacas coletadas no verão, sem adição de AIB e ácido ascórbico.

Palavras-chave


frutífera nativa, propagação vegetativa, recursos genéticos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)