Potencial alopático do Chrysopogon zizanioides e Paspalum millegrana na germinação de alface

Erica Cardoso Costa, Francisco Sandro Rodrigues Holanda, Eliana Midori Sussuchi, Lucas Santos Bomfim, Renisson Neponuceno de Araújo Filho

Resumo


Os efeitos alelopáticos são mediados por substâncias pertencentes a diferentes categorias de compostos secundários e podem afetar várias partes da célula. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito alelopático de extratos das espécies Chrysopogon zizanioides (L.) Roberty e Paspalum millegrana Schrad em germinação de alface. Nos extratos foi mensurado o potencial osmótico (PO), concentração de açúcares solúveis totais (AST) e condutividade elétrica (CE). Foram avaliados os efeitos dos extratos sobre a germinação das sementes por meio dos seguintes parâmetros: primeira contagem de germinação (PCG), germinação (G), índice de velocidade de germinação (IVG) e tempo médio de germinação (TMG). Mesmo em baixas concentrações foi possível identificar efeito alelopático, seja ele inibindo ou acelerando o crescimento das plântulas. Baixas concentrações do extrato causaram fitotoxicidade das sementes no início do processo de germinação. Os extratos aquosos do capim vetiver e do capim paspalum evidenciaram potencialidades alelopáticas.

Palavras-chave


alelopatia, Lactuca sativa L., Paspalum, vetiver.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.21826/2446-82312020v75e2020002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-8231

Indexadores: Aquatic Sciences and Fisheries Abstract (ASFA) | Biological Abstract | Biosis Previews | Google Acadêmico | Latindex | Qualis-CAPES | Scopus | Web of Science – Institute for Scientific Information (ISI)