Biometria e germinação de sementes de <i>Macrolobium acaciifolium</i> (Benth.) Benth. de várzea e igapó da Amazônia Central

Autores

  • Lucélia Rodrigues Santos Universidade Paulista - UNIP
  • Marilene de Campos Almeida Universidade Federal do Acre - UFAC
  • Florian Wittmann Instituto de Geografia e Geoecologia da Universidade de Karlsruhe Departamento de áreas úmidas.

DOI:

https://doi.org/10.21826/2446-82312020v75e2020004

Palavras-chave:

biomassa, florestas alagáveis, propagação de espécies florestais.

Resumo

Este estudo objetivou a análise morfométrica de sementes de Macrolobium acaciifolium oriundas de ambientes de várzea e igapó amazônicos, bem como o efeito dos substratos dessas áreas na germinação e formação de plântulas da espécie. Foi realizada a análise biométrica de 200 sementes de M. acaciifolium provenientes de populações de ambos ambientes da Amazônia Central. Em casa de vegetação foi analisada a germinação das sementes sob seu solo de origem e sob vermiculita. As sementes oriundas de igapó apresentaram maiores médias de peso e espessura em comparação com as sementes de várzea. A porcentagem de germinação das sementes dos dois ambientes foi semelhante, mas a velocidade foi superior para as sementes de igapó, independente do substrato. As sementes de igapó são maiores que as sementes de várzea e por possuírem mais reservas, são capazes de produzir plântulas mais vigorosas, independente das condições físicas do substrato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-07

Como Citar

Santos, L. R., Almeida, M. de C., & Wittmann, F. (2020). Biometria e germinação de sementes de &lt;i&gt;Macrolobium acaciifolium&lt;/i&gt; (Benth.) Benth. de várzea e igapó da Amazônia Central. Iheringia, Série Botânica., 75. https://doi.org/10.21826/2446-82312020v75e2020004

Edição

Seção

Artigos